IMPOSTÔMETRO:

Visite o blog: NOTÍCIAS PONTO COM

Visite o blog: NOTÍCIAS PONTO COM
SOMENTE CLICAR NO BANNER --

ANÚNCIO:

ANÚNCIO:

sábado, 22 de abril de 2017

PROJETO MONTEIRO LOBATO – EDUCAÇÃO INFANTIL

PROJETO MONTEIRO LOBATO – EDUCAÇÃO INFANTIL

Introdução:

Monteiro Lobato foi, verdadeiramente, um dos grandes homens da
história desse país. Grande escritor, celebrado por gerações e gerações de
crianças por seu espetacular trabalho “O Sítio do Pica-pau Amarelo”, Lobato foi
também um empreendedor. Além disso, através de todas as suas produções e
realizações queria por que queria fazer com que o Brasil pudesse crescer
desenvolver-se, ocupar um lugar de destaque mundial dos países. Originário do
interior de São Paulo, mais especificamente da cidade de Taubaté o escritor fez
um pouco de tudo em sua vida. O que mais permanece na memória coletiva nacional
é a sua forte ligação com as crianças. Proximidade e carinho conseguidos com o
apoio da Narizinho, da Emília, do Visconde, do Pedrinho e dos demais
personagens do Sítio. Em suas obras dedicadas as crianças, Lobato conseguiu
verdadeiras façanhas como contar a história do mundo tornando-a divertida e
atraente para os pequenos ou, ainda, falar de temas adultos e sérios de forma
descontraída, como a questão do petróleo.

Justificativa:

Conhecer a obra de
Monteiro Lobato deveria ser atividade básica programada por todas as escolas de
nosso país. Conhecer o Sítio e seus personagens, desbravando as páginas
escritas pelo Monteiro Lobato, é muito mais que um dever escolar, é um grande
prazer e contribuição essencial para o nosso próprio sentimento. Lobato
significa literatura de muita qualidade e história. Não ler suas obras
significa abrir mão de livros que simbolizam nossa própria identidade. O sitio
do Pica-pau amarelo foi uma maneira que nós, professoras, encontramos para
apresentar aos alunos esse maravilhoso escritor, desenvolvendo nos alunos a
paixão pela leitura.

Problemática:

Nossos alunos gostam muito de histórias e desenhos. Por isso
resolvemos trabalhar, no mês do aniversario de Monteiro Lobato, as duas coisas:
historias e desenhos. O desenho do Sitio do Pica-pau amarelo é um recurso que
pretendemos usar para estimular ainda mais esse gosto das crianças Suas
historias afloram ainda mais a criatividade das crianças.



Objetivos:

– Conhecer o escritor Monteiro Lobato, bem como suas obras:
– Criar nos alunos o hábito da leitura, através do contato com histórias;
– Despertar um ambiente prazeroso para a leitura, onde a própria criança pede e
sente vontade; 
– Proporcionar a socialização através de produção de textos orais junto aos
colegas;
– Desenvolver interesse e atenção por músicas, leitura, histórias e escrita.


Desenvolvimento:

1.Apresentação do autor Monteiro Lobato:
– Biografia;
– Quebra-cabeça;
– Músicas.



2.Apresentação dos principais personagens e suas características:
– Músicas;
– Filmes;
– Cartazes;
– Dobraduras;
– Confecção de bonecos;
– Culinária;

3.Confecção de livro:
– Produção coletiva;


Culminância:

As
professoras se caracterizarão de D. Benta e Tia Nastácia e contarão a historia
do livro para as turmas. As crianças estarão vestidas de Emília (meninas) e
Visconde de Sabugosa (meninos). A sala estará ornamentada para receber as
crianças da escola num ambiente parecido com o Sitio do Pica-pau Amarelo. Serão
recebidos com música, temas desta obra. Ao final receberão os bolinhos de chuva
da tia Nastácia.


Conteúdos
integrados:

Matemática: Seqüência numérica e quantificação;

Linguagem oral e escrita: Leitura, alfabeto e o próprio nome;

Natureza e sociedade: Alimentos e animais;

Avaliação:

Avaliação
será contínua, através da observação diária da criança no desempenho de suas
atividades, no relacionamento com os colegas e com a professora.
O instrumento de avaliação será relatórios diários no caderno de planejamento
das professoras e será passado aos pais no final do semestre através do
portifólio.

* ORAÇÃO PARA O LAR

* ORAÇÃO PARA O LAR

* ORAÇÃO PARA O LAR

Senhor abençoa este lar, te rogamos.
Para que venha a tua graça aos que nele habitam.
Abençoa, Senhor, estas paredes que o cercam.
A fim de resistir a todas as necessidades.
Abençoa, Senhor, o telhado, para que 
seja um amparo ante o inesperado.
E abençoa suas portas, para que, dia a dia,
sempre se abram à alegria.
Senhor, abençoa suas janelas amplas
a fim de que por elas entre a luz do Teu amor.
Bendiz o fogo e o calor do fogão,
e que a fumaça que sobe seja sinal de muita oração.
Abençoa teus filhos que aqui vivem.
Para que nunca se afastem de Ti.
E a todos os que aqui habitam ou são acolhidos.
Bendiz em Tua imensa bondade,
para que, vivam ungidos
por Tua Santidade.
Amém!

Fonte: Família "Santuário da Vida"

* REÚNA A FAMÍLIA NAS REFEIÇÕES

* REÚNA A FAMÍLIA NAS REFEIÇÕES


          O hábito de sentar à mesa para as refeições com a família reunida tem influência direta no bem estar físico e emocional de todos e na formação do caráter e da personalidade dos filhos, que crescem mais equilibrados.

          Esse hábito, vem perdendo espaço para horários apertados de pais e mães que trabalham fora e filhos que se dividem entre a escola e outras atividades. Mas vale a pena fazer um esforço para mudar isso. Estudo da Escola de Pedagogia de Harvard, nos Estados Unidos, revelou que quem compartilha regularmente as refeições com a família come melhor e tem maior bem estar físico e emocional.

          Crianças e adolescentes são favorecidos ainda no desenvolvimento social. As crianças pequenas ampliam o vocabulário e tem mais chance de tirar notas boas. Quanto mais refeições junto dos pais, de acordo com a pesquisa do Centro Nacional de Dependência e Abuso de Drogas da Universidade de Colombia, mais os filhos se dão bem na escola e atrasam a iniciação sexual e menos eles bebem, fumam, usam drogas, ficam deprimidos, brigam ou desenvolvem distúrbios alimentares como a anorexia.

           "Esses momentos de união são uma oportunidade rica de convívio e aprendizado. O encontro e a presença aumentam a afetividade entre pais, filhos e irmãos", confirma o Psicólogo Áderson Costa Junior, do Instituto de Psicologia da Universidade de Brasilia.

           "Durante a refeição quanto mais entendimento e atenção para ouvir, dialogar e demonstrar carinho, mais a criança será estimulada a estender essas atitudes para outras áreas da vida, como a escola e a relação com os amigos".

           Para tornar a refeição algo natural, o melhor é seguir esse rito desde que a criança tenha condições de sentar à mesa. Formado o hábito, fica mais fácil exigir dos filhos, na adolescência, que participem do café da manhã, almoço ou jantar e interajam com os pais e irmãos. Se as crianças estão crescidas e você não cultivou esse costume, ainda é tempo de adotá-lo.

Conteúdo do site AnaMaria

* HARMONIA FAMILIAR

* HARMONIA FAMILIAR

            É em casa que aprendemos a respeitar, colaborar, perdoar. Saiba o que fazer para incorporar esses príncipios no dia a dia.

       SEGREDOS PARA CRIAR E PRESERVAR A HARMONIA FAMILIAR
  • LAZER - Curtir junto com a família como: passeio, assistir programas, jogos de desafio, tabuleiro ou de cartas, karaokê, fazer pequenas viagens, leituras. Essas coisas fortalecem os vínculos familiares.
  • DISPONIBILIDADE - Sempre dizer uma palavra de incentivo, deixar bilhetinhos de "boa prova", "boa reunião", sorrir, fazer um mimo, uma surpresa, estar sempre junto com a família. Isso é muito bom e contagiante.
  • DIÁLOGO - Conversar, colaborar, dar apoio a quem precisa, criar hábito de falar de tudo numa boa sem criar atritos.
  • RESPEITO - Saber respeitar um ao outro, saber ouvir, fazer lista de tarefas e reunir à família para esclarecer.
  • AMIZADE - Ter uma boa convivência em casa, receber os amigos e conhecer os pais e amigos dos filhos.
  • PRIVACIDADE - Embora a casa seja um ambiente coletivo, ter o próprio espaço é importante para construir a personalidade.
  • DOÇURA - Quando for fazer uma crítica em casa, escolha a hora adequada para fazê-la, fale com doçura, com palavras certas para não deixá-lo constrangido e não ficar um clima ruim no lar.
  • TOLERÂNCIA - Mesmo que discordamos com certas coisas, sejamos telerantes e respeitar as diferenças.
  •  OTIMISMO - Devemos ter serenidade para lidar com os problemas. Os pais devem elogiar os filhos e ser autoconfiantes nos momentos dificeis.  Pais que vivem apontando defeitos dos filhos tendem a transformá-los em pessoas inseguras, que desistem fácil e logo se sentem derrotados.
http://cleidespedagoga.blogspot.com.br/2010/11/harmonia-familiar.html

* OS 10 MANDAMENTOS DE UMA FAMÍLIA FELIZ

* OS 10 MANDAMENTOS DE UMA FAMÍLIA FELIZ

        O maior mandamento é o AMOR
  1. DÊ AMOR - Devemos amar uns aos outros, nos doar um pouquinho e fazer o outro feliz.
  2. SEJA SINCERO- Diga sempre a verdade. Incentive todos da sua casa a serem sinceros e tenha um diálogo aberto.
  3. CULTIVE A UNIÃO - Seja atencioso à família. A união faz a força e resiste a tudo.
  4. TENHA TERNURA- Seja dócil com as pessoas.
  5. SEJA DEDICADO - Dedique-se ao lar e à família.
  6. TENHA PACIÊNCIA- Precisamos ser calmos.
  7. PREFIRA A MANSIDÃO - Fale com mansidão ao corrigir seus filhos. E dê um bom exemplo.
  8. DISTRIBUA ALEGRIA - Sejam pessoas alegres e felizes.
  9. RESPEITE- Ame todos como são.
  10. SEJA COMPREENSIVO- Procure escutar a todos,  pois saber ouvir aproxima as pessoas.

    Fonte: Ana Maria

* DIA DA CONSCIÊNCIA NEGRA...


Comemora-se o Dia da Consciência Negra no dia 20 de Novembro.

Foi escolhida a data do dia 20, porque neste dia, no ano de 1695, que morreu Zumbi, líder do Quilombo dos Palmares.

Zumbi representou a luta do negro contra a escravidão, no período do Brasil Colonial. Ele morreu em combate defendendo seu povo e comunidade.

A memória deste herói nacional, no Dia da Consciência Negra, nos compromete com a construção de uma sociedade na qual todos tenham não apenas igualdade formal dos direitos, mas a igualdade real das oportunidades.

É um dia que devemos comemorar nas escolas, nos espaços culturais e em outros locais, valorizando a cultura afro-brasileira.

Olá!
Vou colocar abaixo algumas atividades para trabalhar com os alunos, mas no Picasaweb você encontra mais variedades. É só clicar no link abaixo.








http://cleidespedagoga.blogspot.com.br/2010/11/dia-da-consciencia-negra.html

* VIDA ESCOLAR DOS FILHOS

* VIDA ESCOLAR DOS FILHOS

Pais, acompanhem a vida escolar de seus filhos.
  • Visitem a escola de seus filhos sempre que puderem.
  • Conversem com os professores sobre o aprendizado de seu filho.
  • Caso seus filhos estejam com alguma dificuldade na escola peçam orientação aos professores de como ajudá-los em casa.
  • Leiam bilhetes e avisos que a escola mandar e respondam quando necessários.
  • Compareçam às reuniões da escola ou quando solicitados. Dêem sua opinião, ela é muito importante.
         O interesse dos pais pela educação dos filhos é muito importante. As crianças e os jovens gostam de saber que os pais sentem orgulho por eles estarem estudando.

        Incentivem seus filhos a continuarem estudando. Mostrem que quanto mais eles estudarem, terão mais oportunidades profissionais e pessoais.

           Os pais podem ajudar em casa fazendo o seguinte:
  • Acompanhar sempre os cadernos dos filhos e se tem dever, ajude-os, mas vocês não devem fazer o dever para seus filhos se eles tiverem dificuldade, converse com eles e com os professores. É assim que você ajuda a criança a aprender mais e melhor.
  • Leiam revista, livros,jornal, bíblia etc. Peçam que seus filhos leiam sempre com você. É importante criar o hábito da leitura.
  • Incentivem seus filhos a frequentar a biblioteca da escola ou da sua cidade.
  • Seus filhos precisam saber que tem hora para brincar, jogar, ver televisão, conversar e estudar.

        E lembrem-se não é preciso vocês saberem tudo o que seus filhos estão aprendendo. O seu interesse em acompanhar os estudos dos seus filhos contribui para que eles aprendam mais e melhor.

http://cleidespedagoga.blogspot.com.br/2010/11/vida-escolar-dos-filhos.html

* DICAS DE LEITURA

* DICAS DE LEITURA

A coisa mais importante que pais e professores podem fazer para ajudar as crianças na fase da Pré ou Alfabetização, a criarem o hábito de buscarem o conhecimento do qual elas irão precisar, é ler alto para elas, começando com isto desde pequenos.

A habilidade de ler e entender o que está escrito capacita as crianças a serem auto suficientes, a serem melhores estudantes, mais confiantes, levando-as às melhores oportunidades na vida profissional e a uma vida mais tranquila.

Queridos pais, professores ou outras pessoas dispostas a auxiliar as crianças a aprenderem e  a criarem  gosto pela leitura, devem  fazer o seguinte:
  • Ler para a criança em voz alta diariamente.
  • Use livros ilustrados sem textos ou com bem poucas palavras.
  • Conte histórias e peça a criança que fale sobre o que acabou de ouvir.
  • Procure por programas de leitura.
  • Compre um dicionário infantil e incentive  a usá-lo.
  • Tenha sempre os materiais necessários para a criança.
  • Assista juntamente com a criança programas educativos.
  • Vá fazer visita junto com a criança à biblioteca da cidade ou escola.
A literatura tem excelentes obras que a criança pode conhecer. Por exemplo de alguns poetas brasileiros como: Cecília Meireles, Carlos Drumond de andrade, Vinícius de Moraes, Fernando Pessoa e outros.

http://cleidespedagoga.blogspot.com.br/2010/10/dicas-de-leitura.html

* LEITURA

* LEITURA

          No Brasil poucas pessoas tem o hábito de ler, e também são poucas as escolas que proporcionam o acesso à leitura aos estudantes. A leitura constrói um campo enorme de conhecimentos.

          A leitura é a base do processo de alfabetização e também da formação da cidadania. É através dela que podemos enriquecer nosso vocabulário, obter conhecimentos, dinamizar o raciocínio e a interação. De um modo geral amplia e diversifica nossas visões e interpretações sobre o mundo e da vida como um todo.

           O hábito de leitura deve ser estimulado na infância, pois o ato de ler é importante e prazeroso.

          Na escola os professores devem começar a ler para os alunos desde cedo.

          É importante desenvolver projetos de leitura pois ao contar uma história para uma criança tem-se a oportunidade de compartilhar emoções, despertar o prazer de escutar o outro e de estar em convivência com o grupo. Ao ouvir uma história, pode-se fazer e refazer, produzir e reproduzir, no sentido de reconstruir imagens na mente, imagens do passado, estimular a criatividade.



          O hábito de ler ou contar histórias constitui num precioso instrumento para o relacionamento afetivo entre professor e aluno propiciando assim um momento maior de aproximação.


          Professores leia em voz alta com a criança. Explore livros e outros materiais de leitura como: revistas, jornais, cartazes etc.

          A leitura em voz alta melhora a habilidade de leitura da criança.

          Procure variar as leituras. Se a história é longa, divida-a em 2 ou 3 partes, converse com a criança sobre a leitura, peça que a criança reconte o que você leu, pois além de exercitar a memória, a criança vai percebendo como cada texto é construido, ampliando sua oralidade.
Peça também a criança que desenhe sobre o que foi lido e se puder reescrever o que entendeu da história.

          Professores faça uma visitinha com os alunos à biblioteca da escola para conhecê-la e para empréstimos de livros, incentive a criança a levar um livro emprestado para casa para lerem, pois só assim criarão o hábito  de ler. Converse sobre a escolha que ele fez, qual foi o critério que usou para escolher o livro: a capa, as imagens, o texto etc. Este é um ótimo momento para compartilhar a leitura.

http://cleidespedagoga.blogspot.com.br/2010/10/leitura.html

* QUE TIPO DE PROFESSOR VOCÊ É?

* QUE TIPO DE PROFESSOR VOCÊ É?

ARROGANTE = Se acha o detentor do conhecimento, fala de si o tempo todo e coloca os alunos em um patamar de inferioridade. Só ele interessa.

INSEGURO = Tem medo dos alunos, de questionamentos, teme ser rejeitado, não sabe como passar a matéria e começa a aula várias vezes e se desculpa, se vê paralisado, com seu potencial de educador inutilizado.

LAMURIANTE = Reclama de tudo o tempo todo. Reclama da escola, da falta de participação dos alunos, da falta de material para dar uma boa aula. Passa sempre a impressão de que está arrasado.

DITADOR = É aquele que não respeita a autonomia do aluno. Exige disciplina a todo custo, grita e ameaça.

BONZINHO = Tenta forçar amizade com o aluno. Gosta de dizer o quanto gosta dele. Traz presentes, dá notas altas.

DESORGANIZADO = Aparece em aula sem a menor idéia do que vai tratar, não lê, não prepara as aulas, não sabe a matéria  e se transforma em um tremendo enrolador.

OBA OBA = Tudo é festa, adora dinâmicas em sala, muitos filmes, leva reportagens.

LIVRESCO = Possui um profundo conhecimento da matéria, mas não consegue relacioná-la com a vida. Ele entende de livros não do cotidiano, não utiliza nenhuma dinâmica, não importa se o aluno está acompanhando ou não o seu raciocínio, ele quer dizer tudo o que preparou para ser dito.

TÔ FORA = Não se compromete com a escola, não quer saber de nenhuma reunião, de projetos, de festa junina, comemoração alguma da escola. Dá sua aula e vai embora.

DEZ QUESTÕES  = Reduz tudo que ensinou em número de questões. Passa a matéria toda no quadro ou em forma de ditado. Quando há livros ele pede aos alunos que leia, faça resumo ou responde as questões.

TIOZINHO = Gasta a aula dando conselhos, trata os alunos como se fossem seus sobrinhos, quer saber tudo sobre a vida deles.

EDUCADOR = Busca conhecer o aluno, tem bom senso, proporciona o desenvolvimento da autonomia dos mesmos, vibra com as conquistas de cada um, não discrimina ninguém , é participativo.

http://cleidespedagoga.blogspot.com.br/2010/10/que-tipo-de-professor-voce-e.html

* USO DA CALCULADORA

* USO DA CALCULADORA

                                                                 
 
Deixe que as crianças usem a calculadora. Primeiro porque ela é um instrumento importante, que todos precisam saber utilizar; depois porque ela não vai impedir que as crianças aprendam a fazer contas. Na verdade, a calculadora pode ajudar a descobrir muitas coisas importantes da matemática. Por exemplo: desafie as crianças a fazerem aparecer no visor o número 27 sem apertar a tecla do número 7. Quantas contas elas vão precisar fazer para chegar lá?




É divertido ver as crianças procurando o resultado.







MAPA 

                Desenhe com as crianças um mapa de como chegar da escola até sua casa, se tiver mapa em casa, mostre onde fica alguns estados, fale sobre o nº de habitantes de sua cidade e outros.



FIGURAS GEOMÉTRICAS

 Brinque também de descobrir figuras geométricas nos objetos da casa. A porta é retangular, a boca de um copo tem a forma de círculo etc.


Peça para as crianças desenharem alguma coisa usando as figuras geométricas.





          Esses são alguns exemplos de como conviver com as crianças despertando sua curiosidade e o prazer de aprender. O importante é criar um clima de cumplicidade para que elas se sintam confiantes e estimuladas.        

http://cleidespedagoga.blogspot.com.br/2010/09/uso-da-calculadora.html

* PAIS, AJUDE SEUS FILHOS A GOSTAREM DE MATEMÁTICA

* PAIS, AJUDE SEUS FILHOS A GOSTAREM DE MATEMÁTICA

Mostre às crianças, como a matemática é útil e divertida para a vida. Cuidado para não passar as suas inseguranças a ela. Por exemplo, não diga que você ia mal em matemática na escola, que esta é uma matéria chata. Crianças se influenciam pelos pais e isso pode fazê-las não gostarem de matemática na escola.

Mostre às crianças como a matemática está presente no dia a dia. É possível ensinar a criança a aprender matemática com prazer e sem medo.

Você pode até achar que não entende muito de matemática, mas, mesmo sem perceber, a utiliza em muitas situações que pode mostrar para as crianças: ao conferir o troco da padaria, calcular quantos dias faltam para um aniversário, ou quando lê as quantidades dos ingredientes da receita de um bolo e outros.



Chame as crianças para participarem dessas situações. Por exemplo, peça para elas ajudarem a fazer as contas para as compras da casa . Faça vários questionamentos. Exemplo, se vou a feira comprar  : tomates, cebolas, batatas, alho e alface.Será que esse dinheiro dá para comprar tudo isso?

Após chegarem do mercado, peça às crianças somarem os valores dos produtos . 
Quando for preparar uma receita, chame as crianças. Faça perguntas que as ajudem a pensar: "Para esta receita vou precisar de 250 gramas de farinha de trigo; se eu quiser fazer o dobro, de quanto de farinha vou precisar?"

Calculem as horas, os dias ou os meses. Questione quantos dias faltam para o seu aniversário? E quantas semanas? Quantos dias faltam para o próximo domingo? E para o Natal?

Brinquem juntos fazendo contas de cabeça . Se uma cadeira tem quatro pernas, quantas pernas tem três cadeiras? Quantas rodas tem uma bicicleta? E um caminhão? etc.

As crianças amam brincar e porque não aprender brincando?
http://cleidespedagoga.blogspot.com.br/2010/09/pais-ajude-seus-filhos-gostarem-de.html

* ADAPTAÇÃO ESCOLAR...

* ADAPTAÇÃO ESCOLAR

          Quando seu filho vai à escola pela primeira vez é normal que ele sinta alegria e ansiedade, pois tudo aquilo que é novo e desconhecido é sempre encarado como um desafio e neste caso é um desafio para a criança, para os pais e para a escola. Você poderia ajudar seu filho nessa nova socialização de sua vida .
  • Antes de matricular o seu filho veja a referência da escola,  se o método adotado corresponde às suas expectativas e crenças.
  • É de suma importância que você leve seu filho no primeiro dia de aula, conheça a professora da sala e diga a ele  que vai ser bom estudar ali, que ele vai fazer novos amiguinhos e outras coisas boas que ele irá fazer : desenhar, pintar, escrever, recorte, colagem, jogar bola, ler etc.
  • Esteja atento a tudo que diz respeito a seu filho, interesse-se pelas novidades que ele irá contar ao chegar da escola.
  • Procure estar sempre presente às reuniões, comemorações , eventos da escola, entrega de notas e outros. Ele se sintirá orgulhoso.
         Faça questão de mostrar a seu filho que você está  sempre presente.

* QUE TIPO DE PAI VOCÊ É?

* QUE TIPO DE PAI VOCÊ É?

  • Exator = faz cobranças minuciosas de tudo.
  • Xerox = o filho tem que ser sua cópia perfeita.
  • Expositor = exibe o filho como um produto numa feira.
  • Autocrata = em casa, quem decide sou eu.
  • Frustador = corta, pela raiz, qualquer iniciativa.
  • Caxias = se a lei existe, é para ser cumprida.
  • Chantagista = se não fizer isto, é porque não me ama.
  • Irresponsável = resolva isto com sua mãe.
  • Comerciante = só te dou isto, em troca daquilo.
  • Desligado = ignora tudo o que diz respeito ao filho.
  • Inseguro = quem sabe, pode dar tudo errado.
  • Provedor = tranquiliza-se dando coisas ao filho.
  • Permissivo = o filho pode fazer tudo o que quiser.
  • Proprietário = o filho é meu e faço dele e com ele o que quero.
  • Promotor = sempre encontra algo para acusar o filho.
  • Educador = ajuda a desabrochar o adulto que está na criança.
  • Formador = leva a sério a formação integral do filho.
  • Democrata = dialoga para chegar a um consenso.
  • Disponível = reserva um tempo precioso para o filho.
  • Observador = acompanha atento as etapas do desenvolvimento do filho.
  • Previdente = prepara o filho para aprender com os fracassos por vir.
  • Agradecido = reconhece no filho um presente de Deus, aos seus cuidados.
  • Libertador = alerta que a verdadeira liberdade é um bem que se conquista.
  • Responsável = paga o preço de nunca ser omisso.
  • Religioso = revela que a vida não se limita aos horizontes terrenos.
  • Paciente  = ensina que a maturidade não acontece sem atropeços.
  • Esperançoso = acena para a luz, que está sempre no fim do túnel.
  • Corajoso = enfrenta os combates pelo sentido da vida.
  • Prudente = orienta a fazer os passos de acordo com as pernas.
  • Realista = prepara o filho para viver muito além dos limites da família.
                                                                              Pe. Bolivar Hauck
http://cleidespedagoga.blogspot.com.br/2010/09/que-tipo-de-pai-voce-e.html

* ORAÇÃO DOS PAIS



Senhor, é bom ter um filho,
no entanto, como é difícil criá-lo!
Ajude-nos a acertar Senhor!
Fazei com que nós possamos
compreendê-lo em todas as situações.
Que sejamos pacientes com suas atitudes.
Justo em todas as situações,
severo se for preciso,
mas que possamos partilhar de todas as suas alegrias,
diminuir e suavizar as suas tristezas.
Esquecer suas faltas.
Que sua linguagem nos seja fácil.
Que nós aceitemos as suas deficiências.
Que ele tenha certeza do nosso apoio,
do nosso amor...
Faz com que ele seja uma pessoa do bem,
e sempre feliz!
E que mais tarde, nós possamos dizer:
-"Obrigado Senhor, nós acertamos..."

http://cleidespedagoga.blogspot.com.br/2010/09/oracao-dos-pais.html