IMPOSTÔMETRO:

Visite o blog: NOTÍCIAS PONTO COM

Visite o blog: NOTÍCIAS PONTO COM
SOMENTE CLICAR NO BANNER --

ANÚNCIO:

ANÚNCIO:

segunda-feira, 6 de julho de 2015

Novo Ford Focus 2016 1.6 e 2.0: desempenho e consumo

A Ford do Brasil divulga os números oficiais de desempenho do Novo Focus 2016, tanto em sua versão com motor 1.6, quanto 2.0.

Novo Ford Focus 2016 - dados de desempenho e consumo

O Focus 1.6 agora vem apenas com transmissão manual de cinco marchas, não estando mais disponível a opção de transmissão automática. Trata-se do motor 1.6 Sigma Flex TiVCT de 131 cavalos quando abastecido com gasolina, e 135 cv a 6.500 rpm quando com etanol.

Novo Focus 2016 SE 1.6 MT

Esse motor tem torque máximo de 16,2 Kgfm com gasolina @ 3.000 RPM e chega a 16,7 mkgf @ 5.250 rpm com etanol. O motor tem dois comandos de válvulas variáveis.

Novo Focus 2016 SE 1.6 MT - interior

Dados de desempenho - Focus 1.6 MT - são os seguintes.

Aceleração de 0 a 100 Km/h: 11,9 segundos (gasolina) / 11,4 segundos (etanol)
Velocidade máxima: 176 Km/h (gasolina) / 181 Km/h (etanol)

Consumo - Focus 1.6 Manual

Novo Focus 2016 SE 1.6 MT - interior - painel

Segundo o INMETRO, o Novo Focus 1.6 MT consome:

Cidade: 10,8 Km/l (gasolina) / 7.5 km/l (etanol)
Estrada: 13,6 Km/l (gasolina) / 9,3 km/l (etanol)

Novo Focus 2016 SE 1.6 MT

Focus 2.0 2016 Automático

Novo Focus 2016 SE 2.0 Powershift Automático

O Focus 2016 tem a opção também do motor 2.0 Direct Flex TiVCT, de injeção direta e variador de fase na admissão e no escapamento. Esse propulsor oferece 175 cavalos com gasolina e 178 cavalos quando abastecido com etanol, sempre a 6.500 rpm.

Novo Focus 2016 SE 2.0 Powershift Automático

O torque máximo é de 21,5 Kgfm @ 4.500 ROM e 22,5 mkgf com etanol, na mesma rotação. Esse motor está associado sempre à transmissão automática Powershift de seis marchas.

Novo Focus 2016 SE 2.0 Powershift Automático

O conjunto 2.0 + transmissão automática Powershift oferece o seguinte desempenho:

Aceleração 0-100 km/h9,7 segundos (etanol) / 9,8 s (gasolina)
Velocidade máxima: 205 km/h (Gasolina) / 208 km/h (etanol)

Consumo - Focus 2.0 Automático

Cidade: 9,7 Km/l (gasolina) / 6,7 km/l (etanol)
Estrada: 13,2 Km/l (gasolina) / 9 km/l (etanol)

Vídeo - Novo Ford Focus 2016 Brasil - imagens e especificações oficiais



Conclusão

Novo Focus 2016 SE 2.0 Powershift Automático

Os números de desempenho e consumo do Focus 2016 mostram que a Ford não promoveu alterações mecânicas no veículo, sendo que as variações relativas ao modelo anterior são pequenas.
http://www.car.blog.br/2015/07/novo-focus-2016-16-e-20-dados-de.html

Jetta 2016 Comfortline de fabricação nacional chega às lojas

A Volkswagen do Brasil já está oferecendo em sua rede de concessionárias as primeiras unidades do Novo Jetta produzidas na fábrica Anchieta, em São Bernardo do Campo (SP). O sedã médio está sendo fabricado no Brasil na versão Comfortline, em volume complementar às unidades importadas, que são produzidas em Puebla, no México.

Volkswagen Jetta 2016 Comfortline - fabricação nacional

O Novo Jetta Comfortline é a versão intermediária da linha, que traz ainda ainda a Highline (topo de linha) e a nova Trendline (lançada neste ano). O Jetta é oferecido exclusivamente com transmissão automática de seis marchas. As configurações Comfortline e Trendline vêm commotor 2.0l Total Flex, de até 120 cv, associado à transmissão automática AQ250 Tiptronic (segunda geração) de seis marchas. A versão Highline traz o motor 2.0l TSI, de 211 cv, e a transmissão DSG (DQ250) de seis marchas e dupla embreagem.

VW Jetta Comfortline 2015 - interior

Todas as versões do modelo 2015 utilizam sistema de suspensão traseira do tipo Multilink, com novas molas e amortecedores, que ganharam calibração específica. Outras novidades são os portfólios diferenciados de rodas de liga leve para cada versão e de cores da carroceria, com destaque para a nova tonalidade metálica “Azul Silk”.

Tabela de preços, país de fabricação e itens de série das versões

ModeloVersãoFabricaçãoPreçoItens
Jetta
TrendlineMéxicoR$ 70.690Direção hidráulica; ar-condicionado analógico; sensores de estacionamento dianteiro e traseiro; rodas de liga leve aro 16 com pneus 205/55 R16; computador de bordo; sistema de som com rádio, CD Player, entrada USB e auxiliar, além da conexão Bluetooth; quatro airbags (dianteiros obrigatórios e laterais dianteiros) e freios com sistema ABS (antitravamento) e EBD (distribuição eletrônica de força de frenagem).
Comfortline
Brasil
R$ 74.730
Todos os itens do Trendline e acrescenta Controlador de velocidade (piloto automático); volante multifuncional com borboletas para trocas manuais sequenciais de marchas; revestimento de couro sintético para volante e bancos; apoio lombar no banco do motorista; roda de 16 polegadas com desenho diferenciado; sistema de entretenimento com tela sensível ao toque de 6,5 polegadas e seis alto-falantes.
Opcionais: teto solar, sistema de entretenimento com navegação integrada, sistema Coming & Leaving Home (iluminação automática dos faróis por tempo determinado); sensor de chuva, rodas de 17 polegadas e pneus 225/45, abertura de portas sem uso da chave e partida do motor por botão; ar-condicionado digital com duas zonas de climatização.
Highline
México
R$ 94.930
todos os Itens do Comfortline e acrescenta Seis airbags (acrescenta bolsas do tipo cortina); freios com ABS, EBD, BAS (assistência para frenagem emergencial) e controle de estabilidade (ESC), Hill Hold Control (assistência de partida em rampa) complementando o controle de tração (ASR), além de EDS (bloqueio eletrônico de diferencial); direção com assistência elétrica; ar-condicionado de duas zonas; bancos e painéis com revestimento em couro sintético; display colorido para o computador de bordo; sistema de entretenimento com tela sensível ao toque de 6,5 polegadas e oito alto-falantes; retrovisores externos elétricos com aquecimento; retrovisor interno eletrocrômico; rodas aro 17 com pneus 225/45.
Opcionais: teto solar; pacote com bancos de couro com aquecimento para os dianteiros, sensores de chuva e de luminosidade; pacote com sistema de entretenimento com navegação integrada, abertura de portas sem uso da chave e partida do motor por botão, faróis bixenônio com LED, lanternas com LED e ajuste elétrico do assento do motorista.

Comfortline 

O Novo Jetta produzido na Anchieta, na versão Comfortline, traz uma lista de itens de série que conta com ar-condicionado Climatic com saída para o banco traseiro, rodas de liga leve de 16 polegadas em estilo “Atlanta”, sensores de estacionamento dianteiro e traseiro, alarme com comando remoto “keyless”, direção com assistência hidráulica, novo volante global da marca revestido de couro com hastes para troca de marcha (shift paddles) com ajustes de altura e distância e comandos do computador de bordo e dos sistemas de som e de telefonia. Acabamento interno em couro sintético native (preto ou bege) e controle automático de velocidade de cruzeiro (cruise control) também são de série.



Complementam a lista de itens de série do Novo Jetta Comfortline o apoia braço com tomada de 12V adicional, porta-luvas refrigerado, sistema de som RCD510 com tela colorida de 6,5 polegadas sensível ao toque (touchscreen), seis alto-falantes, iluminação da placa de licença em LED, freios ABS com EBD (distribuição das forças de frenagem), controle de tração (ASR) e quatro airbags: dois frontais e dois laterais.

A versão Comfortline oferece como opcional o teto solar e o pacote Exclusive, que conta com sistema de infotainment RNS315 com navegação integrada, sistema Coming & Leaving Home, sensor de chuva, rodas “Queensland” de 17 polegadas e pneus 225/45, sistema Kessy (permite abertura das portas por aproximação da chave e partida do motor por botão), entre outros. O ar-condicionado digital Climatronic, também opcional, tem duas zonas de climatização (motorista e passageiro) e saída para o banco traseiro, conta com layout semelhante ao do Passat – a temperatura é exibida em mostrador digital.

Highline 

Topo de linha para o Novo Jetta, a versão Highline traz recursos como direção com assistência elétrica, rádio RCD510 com tela sensível ao toque (touchscreen) de 6,5 polegadas, 8 alto-falantes, entradas auxiliar e USB e conexão Bluetooth, retrovisor interno eletrocrômico, rodas exclusivas “Lancaster” de 17 polegadas, entre outros.



O Novo Jetta Highline também é equipado com seis airbags – dois dianteiros, dois laterais para os ocupantes da frente e dois do tipo cortina, que protegem a área das janelas laterais de todo o veículo –, bloqueio do diferencial (EDS) e controle de estabilidade (ESC).

VW Jetta 2015 Highline TSI Prata

O sistema de controle eletrônico de estabilidade (ESC) reconhece um estágio inicial de que uma situação de rodagem crítica está para acontecer. Compara os comandos do motorista com as reações do veículo a esse comando. Se necessário, o sistema reduz o torque do motor e freia uma ou várias rodas até atingir a condição de estabilidade.

VW Jetta 2015 Highline TSI Prata - interior

Novo Jetta Highline traz de série o BAS (Brake Assist System ou Sistema de assistência à frenagem), uma função adicional do sistema ESC. O módulo do ABS e do ESC reconhece, por meio da velocidade e força de acionamento do pedal de freio, que se trata de uma condição de frenagem de emergência. Nesse momento, o sistema aumenta a pressão no circuito hidráulico e a força de atuação das pinças de freio, buscando a condição ideal de funcionamento do ABS para reduzir o espaço de frenagem.

VW Jetta 2015 Highline TSI Prata

Outro diferencial do sedã Volkswagen em seu segmento é o HHC (Hill Hold Control) ou controle de assistência de partida em rampa. Em aclives acima de 5%, o sistema mantém o veículo freado por até 2 segundos, após o motorista aliviar o pedal do freio. Os freios são liberados progressivamente durante a aceleração, permitindo a partida do veículo com mais conforto e tranquilidade em rampas.

O Novo Jetta Highline é equipado com a nova geração do motor 2.0l TSI, da família EA888. O motor utiliza sistema de injeção direta de combustível, turbocompressor e quatro válvulas por cilindro, com comando de válvulas variável (admissão), gerando uma curva de torque plana a partir de baixas rotações.

Soma-se a isso o fato de o motor 2.0l TSI estar associado à transmissão automática DSG com dupla embreagem e seis velocidades, que executa trocas de marchas sem interrupção de torque. A transmissão também pode ser acionada manualmente por meio da alavanca posicionada no console ou pelas aletas (shift paddles) posicionadas junto ao volante.

Como opcionais, o modelo oferece, além do teto solar panorâmico, dois pacotes de equipamentos: Exclusive e Premium. O primeiro acrescenta ao sedã Volkswagen bancos de couro (com sistema de aquecimento para os dianteiros em duas opções de cores: preto ou bege) e sensores de chuva e de luminosidade.

Já o módulo Premium traz todos os itens do “Exclusive”, além de sistema de infotainment RNS315 com navegação integrada, sistema Kessy (que permite abertura das portas por aproximação da chave e partida do motor por meio de um botão), faróis bixenônio com luzes diurnas de LED e ajuste elétrico do assento do motorista.

Trendline

A versão Trendline estreou neste ano para o Novo Jetta. Sua lista de itens de série inclui bancos revestidos em tecido preto, direção com assistência hidráulica, ar-condicionado Climatic, rodas de liga leve “Sedona” de 16 polegadas com pneus 205/55 R16, sensores de estacionamento dianteiro e traseiro e alarme com comando remoto “keyless”.

Volkswagen Jetta 2.0 Trendline 2016

Complementam a lista de itens de série do Novo Jetta Trendline o apoia braço com tomada de 12V adicional e saída de ar-condicionado para o banco traseiro, porta-luvas refrigerado, sistema de som RCD320G (CD Player, entrada USB e conexão Bluetooth), iluminação da placa de licença em LED, volante com ajustes de altura e distância, freios ABS com EBD (distribuição das forças de frenagem), controle de tração (ASR) e quatro airbags: dois frontais e dois laterais.

carro Jetta 2005

Design aperfeiçoado

Os designers criaram um novo visual para a dianteira e para a traseira do Novo Jetta (opcionalmente com faróis bixenônio, luz diurna de LED e lanternas traseiras em LEDs para a versão Highline). No interior, o novo modelo traz novo volante e alguns detalhes inéditos.


A Volkswagen reestilizou a dianteira e a traseira do Novo Jetta. A novidade pode ser identificada pela nova dianteira, com a grade do radiador redesenhada, atravessada por três filetes, faróis opcionais bixenônio direcionais e com iluminação de curvas, indicadores direcionais e luzes de condução diurna de LEDs, além de novo para-choque.



Os faróis bixenônio, da versão Highline, têm design diferenciado. As luzes de condução diurna são formadas por 15 LEDs, ao lado e abaixo do módulo de xenônio. Elas criam uma assinatura luminosa de dia ou à noite. Um elemento cromado entre as luzes de condução diurna de LEDs e o módulo de xenônio destaca o design dos faróis.

VW Jetta Highline 2016 - dianteira

A nova faixa visual formada pela grade do radiador e os faróis, assim como a entrada de ar aumentada, dão ao Novo Jetta aparência mais imponente e exclusiva.

Assim como a dianteira, a parte de trás do carro também foi modificada pelos designers. Desse ângulo, a tampa do porta-malas, os logos e o para-choque identificam o Novo Jetta. Uma característica típica do DNA de design da Volkswagen é a orientação das linhas traseiras. A tampa do porta-malas agora passa a contar com uma borda aerodinâmica.

VW Jetta Trendline 2016 - traseira

Nas laterais, as linhas da tampa traseira se estendem para os para-lamas traseiros e no contorno bem definido da silhueta do carro, junto à chamada linha de caráter. Sob ela ficam as novas lanternas traseiras em LEDs na versão Highline, formando uma faixa brilhante, juntamente com o logotipo Volkswagen.

VW Jetta Highline 2016 - traseira

Em posição inferior, as linhas laterais da tampa do porta-malas (com largura de acesso otimizada) agora correm para baixo, dominando o design. Na parte de baixo, o novo para-choque e a ponteira dupla de escapamento complementam o visual imponente da traseira.

Algumas mudanças podem ser percebidas à primeira vista. As entradas de ar e as molduras nas laterais das colunas “A” foram aperfeiçoadas. Um olhar mais de perto revela mudanças nos painéis inferiores da carroceria junto ao eixo traseiro.

O carro mede agora 4,65 m de comprimento, com 1,77 m de largura (sem espelhos) e 1,47 m de altura, o que garante amplo espaço interno, em especial para os passageiros do banco de trás. Essas dimensões, juntamente com a bitola de 1,53 m na dianteira e 1,53 m na traseira, também contribuem para maior conforto de rodagem e estabilidade.

Em todas as versões do Novo Jetta, o banco traseiro é rebatível e dividido na proporção 40/60, aumentando a versatilidade do interior. Seu porta-malas tem capacidade para 510 litros de bagagem, um dos melhores da categoria.

Interior 

A atualização do Novo Jetta é evidenciada pelo novo conjunto de instrumentos, com aparência circular, um mostrador central colorido multifuncional (versão Highline), uma nova geração de volante, novos detalhes no console central, acabamento em preto brilhante ao redor da alavanca do câmbio, novos frisos cromados ao redor dos controles do sistema Climatronic, novos controles das saídas de ar e iluminação ambiente (maçanetas e assoalho dianteiro).

Novo Jetta TSI Highline 2015

O interior do Novo Jetta oferece um layout dos instrumentos funcional. Logo acima da alavanca de câmbio ficam os controles do console central para o sistema de climatização, rádio e navegação. Nessa região, o console é ligeiramente voltado para o motorista para criar um cockpit que atenda de forma ideal às necessidades do condutor.

Novo Jetta TSI Highline 2015

O Novo Jetta traz em todas as suas versões o sistema ISOFIX de fixação de cadeirinhas de criança. O sedã está disponível em seis opções de cores: duas sólidas (Branco Puro e Preto Ninja), uma perolizada (Preto Mystic) e três metálicas (Prata Sargas, Cinza Platinum e Azul Silk).
http://www.car.blog.br/2015/07/jetta-2016-comfortline-de-fabricacao.html

Renault Talisman, concorrente do Passat, é apresentado

A Renault apresenta na Europa o seu novo sedã de grande porte, Talisman, que sucede o Renault Laguna. O veículo estará à venda em 2016 na Europa Continental. 

Renault Talisman 2016

O Renault Talisman 2016 já adota as novas diretrizes estéticas da marca em âmbito global - que serão vistas também na nova geração do Mègane, previsto para 2016.

Renault Talisman 2016

O formato da carroceria está em linha com seus concorrentes diretos, especialmente o VW Passat.

Renault Talisman 2016

A Renault diz que o nome "Talisman" foi escolhido pois "evoca noções de proteção e poder. Ao mesmo tempo, Talisman é uma palavra fácil de pronunciar e compreendida no mundo inteiro".

Renault Talisman 2016

O Talisman virá com opções de dois motores a gasolina e três a diesel. O diesel é um 1.4 com 108 cavalos, sendo o mais eficiente da gama, estando sempre associado a uma caixa manual de seis velocidades. Um 1.6 litros dCi de 130 cv e dCi 160 cv também são oferecidos, ao lado de duas opções a gasolina de 147 cv e 197 cv.

Renault Talisman 2016

A Renault diz que o novo carro virá com 4Control - um sistema de direção nas quatro rodas - e amortecedores ativos, que permitem ao motorista alternar entre Conforto, Esporte, Eco e modos neutros.

Renault Talisman 2016

O nome Talisman já está sendo usado em um modelo de quatro portas vendido na China. O alinhamento do nome com este novo modelo mostra a ambição da Renault em criar um carro mais global.

Vídeo oficial de apresentação - Renault Talisman

ARTIGOS RELACIONADOS
http://www.car.blog.br/2015/07/renault-talisman-concorrente-do-passat.html

Novo VW Jetta 2016 nacional fica mais caro: R$ 74.730 reais

Volkswagen do Brasil anunciou a chegada às lojas do sedã médio Jetta fabricado no Brasil (vejaaqui). Inicialmente será produzida em São Bernardo do Campo apenas a versão intermediária, Comfortline, com preço sugerido de R$ 74.730 reais - aumento de R$ 740 reais sobre o valor anterior.

VW Jetta Comfortline 2016 - fabricação nacional

O Jetta Comfortline 2.0 Flex Automático nacional adota o motor MPI 2.0 de 116 cavalos com gasolina e 120 cavalos com etanol.

VW Jetta Comfortline 2016 - fabricação nacional

O torque máximo é de 17,7 Kgfm com gasolina, e 18,4 kgfm com etanol. A transmissão automática é a Tiptronic (AQ250) de seis marchas. A tabela abaixo traz os preços e itens de cada versão (em destaque a versão nacional).

VersãoPreço atualPreço anteriorAumentoItens
Jetta Trendline 2.0 Flex (México)R$ 70.690R$ 69.990R$ 700Direção hidráulica; ar-condicionado analógico; sensores de estacionamento dianteiro e traseiro; rodas de liga leve aro 16 com pneus 205/55 R16; computador de bordo; sistema de som com rádio, CD Player, entrada USB e auxiliar, além da conexão Bluetooth; quatro airbags (dianteiros obrigatórios e laterais dianteiros) e freios com sistema ABS (antitravamento) e EBD (distribuição eletrônica de força de frenagem).
Jetta Comfortline 2.0 Flex AT6 (Brasil)
R$ 74.730
R$ 73.990
R$ 740
Todos os itens do Trendline e acrescenta Controlador de velocidade (piloto automático); volante multifuncional com borboletas para trocas manuais sequenciais de marchas; revestimento de couro sintético para volante e bancos; apoio lombar no banco do motorista; roda de 16 polegadas com desenho diferenciado; sistema de entretenimento com tela sensível ao toque de 6,5 polegadas e seis alto-falantes.
Opcionais: teto solar, sistema de entretenimento com navegação integrada, sistema Coming & Leaving Home (iluminação automática dos faróis por tempo determinado); sensor de chuva, rodas de 17 polegadas e pneus 225/45, abertura de portas sem uso da chave e partida do motor por botão; ar-condicionado digital com duas zonas de climatização.
Jetta Highline TSI DSG (México)
R$ 94.930
R$ 93.990
R$ 940
todos os Itens do Comfortline e acrescenta Seis airbags (acrescenta bolsas do tipo cortina); freios com ABS, EBD, BAS (assistência para frenagem emergencial) e controle de estabilidade (ESC), Hill Hold Control (assistência de partida em rampa) complementando o controle de tração (ASR), além de EDS (bloqueio eletrônico de diferencial); direção com assistência elétrica; ar-condicionado de duas zonas; bancos e painéis com revestimento em couro sintético; display colorido para o computador de bordo; sistema de entretenimento com tela sensível ao toque de 6,5 polegadas e oito alto-falantes; retrovisores externos elétricos com aquecimento; retrovisor interno eletrocrômico; rodas aro 17 com pneus 225/45.
Opcionais: teto solar; pacote com bancos de couro com aquecimento para os dianteiros, sensores de chuva e de luminosidade; pacote com sistema de entretenimento com navegação integrada, abertura de portas sem uso da chave e partida do motor por botão, faróis bixenônio com LED, lanternas com LED e ajuste elétrico do assento do motorista.
ARTIGOS RELACIONADOS
http://www.car.blog.br/search/label/Volkswagen

O que é verbo?



O que é ?




De acordo com Cereja e Magalhães , verbos  são palavras que exprimem ação, estado, mudanças de estado e fenômenos meteorológicos, sempre em relação a determinado tempo.

Entretanto Sacconi esclarece que verbo é a palavra que pode ser conjugada. Conjugar uma palavra é fazê-la passar por uma séria de flexões ou variações gramaticais. Por exemplo, estudar é um verbo, todo o mundo sabe que é verbo.
Por quê? Por que podemos conjugá-lo:
Eu estudo, tu estudas etc.
Ele diz mais:
Verbo é a principal classe de palavras. É com ela que podemos construir uma oração. Não existe oração sem verbo. Uma frase pode existir sem verbo mais uma oração não. Existe oração sem verbo. Uma frase pode existir sem verbo, mas um oração não. Com uma frase sem verbo a gente pode se comunicar perfeitamente. Quando você diz, por exemplo:

Que frio!
 
Nesta expressão não está usando o verbo, mais se comunica perfeitamente: a pessoa ouve entende a mensagem entende o que está sentindo: Muito frio. 
Quando usamos palavras que são suficientes para comunicar com alguém, estamos usando uma frase.Na frase, o verbo não importa, ao contrário da oração, que exige o verbo. Às vezes, uma só palavra constitui uma frase. Quando alguém grita, em qualquer lugar cheio de gente:

Fogo!!!

Todo mundo começa a tratar de cair fora rapidinho, para não ser chamuscado Percebe? Foi uma só palavra, sem o verbo, e a comunicação se realizou.
Agora, veremos uma oração com verbo:

Eu estudo bastante.

Com a presença do verbo podemos dizer que é uma oração. Se tiramos  o verbo (estudo).

Eu bastante


Eu bastante. O que é isso?!  Nada, naturalmente. A ausência do verbo fez com que a frase ficasse sem sentido.
Comentário
Podemos perceber que as explicações estão bem esclarecidas. O autor Sacconi,  explica de forma simplória; mas deixa o pesquisador satisfeito sobre o assunto colocando vários exemplos em diferentes situações.
No entanto, Magalhães quando comenta sobre verbo, o mesmo apresenta o contexto de maneira direta deixando o leitor com a possibilidade de pesquisar em outras fontes.
Percebemos que cada autor escreve o conteúdo para um público diferente. Sacconi elabora a matéria para o estudante no fundamental I, comparando com Magalhães que atrai o discente com conhecimento maior do fundamental II.
Mais um pouco:
Dois ou mais verbos com valor de uma locução verbal. Por exemplo: Vou falar, deve ficar, está conversando.
Por exemplo: A mãe estenderá  roupa . A mãe vai estender roupa
Verbo Locução verbal

Curiosidades:

Conjugações
Os verbos na língua portuguesa possuem vários tipos de conjugação. Existem três regulares e cinquenta e sete variações destas conjugações.
Da primeira conjugação, os verbos irregulares são: dar, estar e todos terminados em – ear.
As principais conjugações são as seguintes:

Primeira Conjugação: pertencem a esta conjugação os verbos cujo infinitivo termina em ar.
    • Vogal temática a.
Ex: cantarfalarpensarbrincarparolar etc.

Segunda Conjugação: pertencem a esta conjugação os verbos cujo infinitivo termina em er.
    • Vogal temática e.
Ex: venderlercorrer etc.
Terceira Conjugação: pertencem a esta conjugação os verbos cujo infinitivo termina em ir.
    • Vogal temática i.
Ex: partirdormirpedirconseguir etc.



Verbo anômalo: 
Aquele que apresenta várias formas para o radical. Ex.: ir, ser


Verbo auxiliar: 
Aquele que indica o tempo, o modo ou a voz, numa conjugação perifrástica. Ex.: haver, ter.


Verbo bitransitivo:
Aquele que pede dois objetos, ou dois complementos circunstanciais.


Verbo bitransitivo circunstancial: 
O que pede dois complementos circunstanciais: Foi da praça até a estação.


Verbo bitransitivo indireto.
O que pede dois objetos indiretos: “E desse dano lhe resultou deidade gloriosa.” (Luís de Camões, Os Lusíadas).

Verbo defectivo: 
Verbo (regular ou irregular) ao qual faltam certas formas, relativas a determinados tempos e pessoas. Ex.: abolir, reaver.


Verbo de ligação:
ser/estar/continuar/permanecer/ficar/fazer O que une um sujeito a um predicativo: O homem parecia triste. O que, numa oração sem sujeito especificado, apresenta-se na 3ª pessoa do singular ou em formas nominais: Nevou ontem;Está trovejandoTinha ventado forte.


Verbo intransitivo:
O que exprime ação ou estado que não passa ou transita do sujeito a nenhum objeto: O pequeno já andaA criançabrinca.


Verbo irregular:
Aquele que apresenta alterações no radical e/ou na flexão, em algumas das suas formas. Verbo predicativo. V. verbo de ligação.


Verbo pronominal:
O que sempre vem acompanhado de um pronome oblíquo da mesma pessoa que o sujeito. Ex.: arrepender-se,queixar-se.


Verbo regular:
Aquele cujas formas seguem inteiramente o paradigma de sua conjugação, não apresentando alterações no radical nem nas flexões. Ex.: amarvenderpartir.


Verbo transitivo:
Verbo transitivo circunstancial. Aquele cujo complemento é de natureza adverbial: Saiu da sala;Foi ao jardim.


Verbo transitivo direto.
O que pede um objeto direto para que a sua noção se complete: Comprou um livro. Verbo transitivo direto e indireto. O que pede um objeto direto e um objeto indireto para completarem-lhe o sentido: Contou a história ao irmão.


Verbo transitivo indireto.
 O que pede um objeto indireto para completar-lhe o sentido: Gosta de chocolate.


Verbo trans objetivo.
Verbo transitivo, ou em alguns casos, pronominal, cuja significação exige, como complemento do objeto direto, um adjunto predicativo: Chamam-na de orgulhosa.


Verbo unipessoal.
Aquele que é us. apenas nas terceiras pessoas.É também uma classe de palavras que tipicamente indica ação e que pode constituir-se sozinha, um predicado ou determinar os elementos que este conterá.


Verbo impessoal.

Aquele que exprime uma ação que transita do sujeito a um objeto ou, por vezes, a um complemento adverbial. [Os verbos transitvos precisam de complementos (objeto [direto ou indireto, direto e indireto] ou complemento circustancial) que lhe completem o sentido.]

Referência:
CEREJA, William Roberto. Gramática: texto, reflexão e uso. Verbos, p. 155, ed.  São Paulo, 2004.
SACCONI, A. Luiz. Novíssima Gramática Ilustrada Sacconi. Verbos, p.77; Ed. Nava Geração. São Paulo.