IMPOSTÔMETRO:

Visite o blog: NOTÍCIAS PONTO COM

Visite o blog: NOTÍCIAS PONTO COM
SOMENTE CLICAR NO BANNER --

ANÚNCIO:

ANÚNCIO:

terça-feira, 31 de maio de 2016

A coruja e a águia (Monteiro Lobato)...


A coruja e a águia
(Monteiro Lobato)

Coruja e águia, depois de muita briga resolveram fazer as pazes.
— Basta de guerra — disse a coruja. 
— O mundo é grande, e tolice maior que o mundo é andarmos a comer os filhotes uma da outra.
— Perfeitamente — respondeu a águia. 
— Também eu não quero outra coisa.
— Nesse caso combinemos isso: de agora em diante não comerás nunca os meus filhotes.
— Muito bem. Mas como posso distinguir os teus filhotes?
— Coisa fácil. Sempre que encontrares uns borrachos lindos, bem feitinhos de corpo, alegres, cheios de uma graça especial, que não existe em filhote de nenhuma outra ave, já sabes, são os meus.
— Está feito! — concluiu a águia.
Dias depois, andando à caça, a águia encontrou um ninho com três monstrengos dentro, que piavam de bico muito aberto.
— Horríveis bichos! — disse ela. — Vê-se logo que não são os filhos da coruja.
E comeu-os.
Mas eram os filhos da coruja. Ao regressar à toca a triste mãe chorou amargamente o desastre e foi ajustar contas com a rainha das aves.
— Quê? — disse esta admirada. — Eram teus filhos aqueles monstrenguinhos? Pois, olha não se pareciam nada com o retrato que deles me fizeste…


Moral da história: Para retrato de filho ninguém acredite em pintor pai. Já diz o ditado: quem ama o feio, bonito lhe parece. 


1) Todo texto narrativo (que conta uma história), tem personagens, enredo e cenário.
a) Quem são os personagens do texto?


b) Conte com suas palavras, de forma resumida, o enredo (o que aconteceu na história).


c) Onde ocorre essa narrativa?


2) Como a coruja descreveu seus filhotes para que a águia soubesse identificá-los?


3) Por que a águia acabou comendo os filhotes da coruja?


4) Segundo a moral do texto, há uma diferença no modo de as pessoas perceberem as outras. Explique essa diferença.


5) A moral “ Quem ama o feio, bonito lhe parece”, nos ensina que:
a) Não devemos amar as pessoas feias
b) Quando gostamos de alguém, mesmo que a pessoa seja feia, ela nos parecerá ser bonita.
c) O amor torna as pessoas mais feias
d) A beleza não é tudo.


6) A razão para a coruja considerar seus filhotes muito bonitos é porque:
a) era cega 
b) era muito convencida
c) não enxergava muito bem
d) era a mãe deles


Respostas:
1) a) A águia e a coruja.
b) A águia combinou que não comeria lindos filhotes que encontrasse (da coruja), mas acabou comendo os filhotes da coruja, porque os achou feios.
c) Na natureza, no campo etc.
2) Disse que eram lindos.
3) Porque os achou feios.
4) Quem ama não acha feio.
5) b) Quando gostamos de alguém, mesmo que a pessoa seja feia, ela nos parecerá ser bonita.
6) d) era a mãe deles.

http://sugestoesdeatividades.blogspot.com.br/

Cruzadinha de Verbos

Cruzadinha de Verbos



Exercício

Transcreva na cruzadinha o verbo de cada frase:

1 – Aquela menina de vermelho parece assustada.
2 – Os policiais, após muitas buscas, encontraram o menino desaparecido.
3 – Um prédio de 12 andares desabou no centro da cidade.
4 – Nessa época do ano sempre chove muito.
5 – No verão faz muito calor em Cachoeiro.
6 – Faço parte de uma banda de pop rock.
7 – Nossa viagem de férias foi perfeita e inesquecível.
8 – Eu nem sempre sorrio nas fotos de família.
9 – Recebi lindas homenagens dos meus amigos antes da viagem.
10 – Durante o passeio, minha prima perdeu todos os documentos.
11 – Tenho fé em Deus e nas pessoas.
12 – A polícia apreendeu seis menores no bairro Vilage hoje.
13 – Depois de duas horas de silêncio e tensão, ele explicou a situação.
14 – Paula e Fábio eram muito felizes juntos antes do casamento.
15 – Agora são duas horas.
16 – Havia mais de duas mil pessoas na fila do show do cantor estrangeiro.
17 – Todos ficaram exaustos após a avaliação.
18 – Deixei meus livros na casa de um amigo.
19 – Fiquei emocionado com aquele novo filme nacional.
20 – Não perca as promoções dessa semana do Mercadinho do Zé.


Respostas:
http://sugestoesdeatividades.blogspot.com.br/2014/03/cruzadinha-de-verbos.html

Transitividade Verbal - Cruzadinha...

Transitividade Verbal - Cruzadinha

Exercício de Revisão


Complete a cruzadinha de acordo com a matéria estudada, seguindo as pistas:

1 – Em “Fiz uma casinha de madeira”, o termo em destaque acrescenta uma informação à palavra casinha, mas não é essencial para a compreensão da frase. Logo é um...

2 – Na frase “Não assisti ao filme de ontem”, o verbo em destaque liga-se ao seu complemento por meio de uma preposição. Sendo assim, esse verbo é...

3 – O complemento do verbo “assisti” na frase anterior (ao filme) tem preposição, por isso é chamado de...

4 – Em “Ganhei vários presentes”, o verbo “ganhei” liga-se ao sem complemento sem preposição, de forma direta. Portanto esse verbo é...

5 – Na frase anterior, o complemento do verbo “ganhei” (vários presentes) não tem preposição. Quando o complemento do verbo não tem preposição, ele é chamado de...

6 – Se um verbo não necessita de complemento (como em “Ele dormiu”) ou tem um adjunto adverbial – palavra que indica tempo, modo, lugar ou intensidade (como em “Ele dormiu cedo” ou “Ele dormiu demais”), ele é um verbo...

7 – Em “Venha aqui, menino”, o termo em destaque é usado para chamar o interlocutor. Esse termo é chamado de ...

8 – Na frase “A professora de português, Ana Carolina, raramente falta”, o termo em destaque explica quem é a professora de português. Esse termo explicativo na frase é chamado de ...

9 – Em “Tenha fé em Deus”, o termo destacado completa o sentido da palavra fé e liga-se a essa palavra por meio de uma preposição. Logo, esse termo é um exemplo de ... 


Respostas:


http://sugestoesdeatividades.blogspot.com.br

Exercícios de Concordância Verbal

Exercícios de Concordância Verbal II


1)    Observe as expressões da menina no 2º e no 3º quadrinhos. Por que ela estava assim, toda derretida?

2)    No 3º quadrinho ela parece estar furiosa. Por que ela ficou assim?

3)    Na fala da menina no 1º quadrinho (Nossa, Artur, como tu é romântico) e na fala do menino no 3º quadrinho (Por acaso tu sabe o nome dela), há erros de concordância verbal. Reescreva essas frases, corrigindo-as.

4)    Agora complete as frases com a opção correta, de acordo com as regras de concordância:
a)    O diretor ou o coordenador _____________ com as turmas. (conversará / conversarão)
b)    _________ mais de cinquenta pessoas na fila. (Havia / Haviam)
c)    ______ cinco anos que não vejo meu irmão. (Faz / Fazem)
d)    Já ______ três horas quando fui dormir. (era / eram)
e)    Hoje ____ 20 de maio de 2013. (é / são)
f)     Hoje _____ dia 20 de maio de 2013. (é/ são)
g)    Cada jogador, cada treinador _______________ na entrevista. (será ouvido / serão ouvidos)
h)    Falar, brigar, bater, nada ____________ com esse menino. (funciona / funcionam)
i)      A maior parte dos brasileiros ________ de receber melhores salários. (gostaria / gostariam)
j)  Fui eu quem __________ a porta aberta. (deixei / deixou)


Respostas:
1) Porque ela achou que o menino estava se declarando para ela.
2) Porque viu que ele estava falando da flor e não dela.
3) "tu és" "tu sabes"
4) 
a) conversará
b) Havia
c) Faz
d) eram
e) são
f) é
g) será ouvido
h) funciona
i) gostaria ou gostariam
j) deixei ou deixou

Exercícios de Concordância Verbal III


1)     Por que a mulher se sentiu vingada, mesmo com o ex-namorado tendo outra mulher?

2)     Qual foi o erro cometido pela nova namorada do ex dela?

3)     Como seria a forma correta, de acordo com as regras de concordância?

4)     Marque a opção que completa corretamente a frase: “Já ___ anos, ____ neste local árvores e flores. Hoje, só ____ ervas daninhas.”
a)     fazem/ havia/ existe
b)    fazem/ havia/ existe
c)     fazem/ haviam/ existem
d)    faz/ havia/ existem
e)     faz/ havia/ existe

5)     Marque a frase inaceitável, do ponto de vista da concordância:
a) É necessária paciência.
b) Não é bonito ofendermos aos outros.
c) Cerveja é bom pra desestressar.
d) Não é permitido presença de estranhos.
e) Água de Melissa é ótimo para os nervos.

6) Identifique e corrija o erro de concordância da propaganda a seguir:

O comércio e a CDL leva você ao Hopi Hari 
no dia das crianças.
Compre nas lojas participantes e concorra!

7) Complete as frases com a opção correta:
a) _______ muitas pessoas na fila do banco. (Havia / Haviam)
b) Agora _____ sete horas (é / são)
c) Hoje ____ 20 de julho de 2014. (é / são)
d) Hoje ____ dia 10 de agosto de 2014. (é / são)
e) A professora estava ______ estressada ontem. (meio / meia)
f) Grande parte dos alunos ________ a favor da greve dos professores (foi / foram)
g) ___________ as chaves da biblioteca da escola. (Sumiu / Sumiram)
h) ________ com a verdade o menino e o amigo. (Faltou / Faltaram)


Respostas:

1) Porque a atual namorada falou errado na frente dos amigos dele.
2) Ela disse "menas", palavra que não existe na língua portuguesa.
3) "Tenho bebido menos Coca-cola."
4) Já fazem anos, havia neste local árvores e flores. Hoje só existem ervas daninhas. (letra D)
5) Letra A (O certo seria: É necessário paciência)
6) O comércio e a CDL levam você ao Hopi Hari no dia das crianças.
7) a) Havia
b) são
c) são
d) é
e) meio
f) foi / ou / foram
g) Sumiram
h) Faltou / ou / faltaram

http://sugestoesdeatividades.blogspot.com.br/2014/06/exercicios-de-concordancia-verbal-ii.html

Palavras com ção, são e ssão

Palavras com ção, são e ssão

1) A tirinha não tem falas, mas a imagem somada ao conhecimento de mundo do leitor transmitem a informação. Afinal, por que a mulher ficou tensa?

2) A palavra “definição” é escrita com Ç e a palavra “tensão”, com S, apesar de as duas possuírem o mesmo som. Descubra as palavras a seguir, seguindo as pistas, terminadas em -ÇÃO, -SÃO ou -SSÃO:
a) Prisão provisória - __ E __ __ N __ __ __
b) Capacidade de entender o significado de algo – 
C __ __ P __ E __ N __ __ __
c) Ato pelo qual se demite um funcionário - __ E __ I __ __ __ __
d) Rotação de um órgão em torno de si mesmo – T __ __ __ __ O
e) Aquilo que a pessoa espera que aconteça – I __ T __ N __ __ __
f)  Aquilo que foge à regra – E __ C __ __ Ã __
g) Distração, passatempo – D __ V __ R __ __ __
h) Doença que deixa a pessoa abatida, desanimada -
 __ E __ __ E __ __ __ __
i) Renda paga por pais divorciados - __ E __ __ __ __
j) Dever, aquilo que se tem que fazer - __ B __ I __ __ __ Ã __
k) Ação de escolher por meio de votação - __ L __ I __ __ __
l) Dimensão, o tamanho de um terreno – E __ T __ N __ __ __
m) Ato de absorver oxigênio - __ E __ __ I __ __ __ __ __
n) Efeito causado quando se conhece alguém –
I __ __ R __ __ __ __ __
o) Residência muito grande, de famílias ricas - __ A __ __ __ __
p) Concentração mental, cuidado – A __ __ N __ __ __
q) Ato ou efeito de ceder - __ E __ __ __ __
r) Declaração verbal ou escrita de que se fez algo – 
C __ __ F __ __ __ __ __


Respostas:

1) Porque havia vários pedreiros e provavelmente todos iriam mexer com ela.

2) a) DETENÇÃO
b) COMPREENSÃO
c) DEMISSÃO
d) TORÇÃO
e) INTENÇÃO
f) EXCEÇÃO
g) DIVERSÃO
h) DEPRESSÃO
i) PENSÃO
j) OBRIGAÇÃO
k) ELEIÇÃO
l) EXTENSÃO
m) RESPIRAÇÃO
n) IMPRESSÃO
o) MANSÃO
p) ATENÇÃO
q) CESSÃO
r) CONFISSÃO

http://sugestoesdeatividades.blogspot.com.br/

10 incríveis e aterrorizantes avanços na inteligência artificial

Stephen Hawking, Bill Gates e Elon Musk têm algo em comum (além de riqueza e inteligência). Eles estão todos aterrorizados com uma possível “revolução das máquinas”. Também conhecido como apocalipse da inteligência artificial, este é um cenário hipotético onde as máquinas artificialmente inteligentes se tornam a forma de vida – ou não vida – dominante na Terra. Pode ser que os robôs se rebelem e tornem-se nossos senhores, ou, pior, eles podem exterminar a humanidade e reivindicar a Terra para si mesmos.
Mas este apocalipse das máquinas realmente pode acontecer no mundo real? O que levou pessoas respeitáveis e de renome mundial como Musk e Hawking a expressar sua preocupação sobre este cenário hipotético? Podem filmes de Hollywood, como O Exterminador do Futuro, estarem certos, afinal de contas? Vamos descobrir por que razão muitas pessoas importantes, mesmo os principais cientistas, estão preocupados com a evolução da inteligência artificial e por que isso poderia acontecer muito em breve.


10. Eles estão aprendendo a enganar e trapacear
Mentir é um comportamento universal. Os humanos fazem isso o tempo todo, e até mesmo alguns animais, como esquilos e pássaros, usam a mentira como recurso para a sobrevivência. No entanto, mentir já não se limita aos seres humanos e animais. Pesquisadores do Georgia Institute of Technology desenvolveram robôs artificialmente inteligentes capazes de trapacear. A equipe de pesquisa, liderada pelo professor Ronald Arkin, espera que os seus robôs possam ser usados ​​pelos militares no futuro.
Uma vez aperfeiçoados, os militares podem implantar esses robôs inteligentes no campo de batalha. Eles podem servir como guardas, protegendo suprimentos e munição dos inimigos. Ao aprender a arte de mentir, estes robôs podem “ganhar tempo até que os reforços sejam capazes de chegar”, mudando suas estratégias de patrulhamento para enganar outros robôs inteligentes ou mesmo seres humanos.
No entanto, o professor Arkin admite que existem “preocupações éticas significativas” a respeito de sua pesquisa. Se suas descobertas vazam para fora do ambiente militar e caem nas mãos erradas, isso poderia significar uma catástrofe.


9. Eles estão começando a assumir nossos trabalhos
Muitos de nós têm medo daqueles robôs assassinos do cinema, mas os cientistas dizem que devemos estar mais preocupados com as menos terríveis, mas mesmo assim assustadoras, máquinas de eliminação de nossos trabalhos. Vários especialistas estão preocupados que os avanços na inteligência artificial e na automação poderiam resultar em muitas pessoas perdendo seus empregos para robôs. Nos Estados Unidos, 250.000 robôs já executam trabalhos que os humanos costumavam fazer. O que é mais alarmante é que este número está aumentando em dois dígitos a cada ano.
E não são só os trabalhadores que estão preocupados com máquinas que desempenham trabalhos humanos; especialistas em IA estão preocupados também. Andrew Ng, do Brain Project do Google e cientista-chefe da Baidu (equivalente chinesa do Google), têm expressado preocupações sobre o perigo do avanço da inteligência artificial. Robôs inteligentes nos ameaçam, segundo ele, porque são capazes de fazer “quase tudo melhor do que quase qualquer um”.
Instituições muito respeitadas também lançaram estudos que refletem essa preocupação. Por exemplo, a Universidade de Oxford conduziu um estudo que sugere que nos próximos 20 anos, 35% dos postos de trabalho no Reino Unido serão substituídos por robôs artificialmente inteligentes.


8. Eles estão começando a ficar mais inteligentes que hackers humanos
Os filmes de Hollywood costumam retratar hackers como foras da lei sexys e legais. Na vida real, não é bem assim. Hacking pode ser chato na vida real, mas, nas mãos erradas, também pode ser muito perigoso. O que é mais perigoso é o fato de que os cientistas estão desenvolvendo sistemas de hacking com inteligência artificial altamente inteligentes para lutar contra “maus hackers”.
Em agosto de 2016, sete equipes estão definidas para competir no Cyber Grand Challenge da DARPA. O objetivo deste concurso é apresentar hackers robôs superinteligentes, capazes de atacar as vulnerabilidades dos inimigos e, ao mesmo tempo, constatar e arrumar as suas próprias fraquezas, protegendo seu desempenho e funcionalidade.
Embora os cientistas estejam desenvolvendo robôs hackers para o bem comum, eles também reconhecem que, em mãos erradas, os seus sistemas de hacking superinteligentes poderiam desencadear o caos e a destruição. Basta imaginar o quão perigoso seria se uma inteligência artificial tomasse o controle desses hackers autônomos inteligentes. Estaríamos no mínimo indefesos.


7. Eles estão começando a entender o nosso comportamento
O Facebook é, inegavelmente, a mais influente e poderosa plataforma de mídia social hoje. Para muitos de nós, tornou-se uma parte essencial da nossa rotina. Mas cada vez que usamos o Facebook, estamos interagindo, sem saber, com uma inteligência artificial. Mark Zuckerberg já explicou como o Facebook está usando a inteligência artificial para entender o nosso comportamento.
Ao compreender como nos comportamos ou “interagimos com as coisas” no Facebook, a IA é capaz de fazer recomendações sobre coisas que poderíamos achar interessantes ou que serviriam às nossas preferências. Zuckerberg tem um plano para desenvolver inteligências artificiais ainda mais avançadas para serem usadas em outras áreas, como a medicina. Por agora, a IA do Facebook só é capaz de reconhecer padrões e tem uma aprendizagem supervisionada, mas é previsível que, com os recursos da rede social, os cientistas acabem chegando a IAs superinteligentes capazes de aprender novas habilidades e melhorar a si mesmas, algo que poderia ou melhorar as nossas vidas ou nos levar à extinção. A linha parece ser bem tênue.


6. Eles vão em breve substituir nossos amantes
Muitos filmes, como Ex-Machina e Ela, têm explorado a ideia de seres humanos se apaixonando e tendo relações sexuais com robôs. Mas será que isso poderia acontecer na vida real? A controversa resposta é sim, e isso vai acontecer em breve. O Dr. Ian Pearson, um futurólogo, divulgou um relatório chocante em 2015 que diz que o sexo humano com robôs vai ser mais comum do que o ultrapassado sexo entre humanos em 2050. Pearson conduziu o relatório em parceria com a Bondara, uma das lojas de brinquedos sexuais líderes do Reino Unido.
O relatório também inclui as seguintes previsões: em 2025, muitos ricos terão acesso a alguma forma de robôs sexuais artificialmente inteligentes. Em 2030, as pessoas comuns vão se envolver em algum tipo de sexo virtual da mesma maneira como as pessoas casualmente assistem filmes pornô hoje. Em 2035, muitas pessoas terão brinquedos sexuais “que interagem com o sexo de realidade virtual”. Finalmente, em 2050, o sexo humano com robôs vai se tornar a norma.
Claro, existem pessoas que são contra os robôs sexuais artificialmente inteligentes. Uma delas é a Dra. Kathleen Richardson, da Universidade de Montfort, no Reino Unido, especialista em ética na robótica. Ela acredita que os encontros sexuais com máquinas irão criar expectativas irreais e incentivar o comportamento misógino em relação às mulheres. Não é um cenário muito difícil de se imaginar.


5. Eles estão começando a ficar muito semelhantes aos humanos
Ela pode parecer uma mulher comum, mas não é. Yangyang é uma máquina de inteligência artificial que vai cordialmente apertar sua mão e dar-lhe um abraço caloroso. Ela foi desenvolvida por Hiroshi Ishiguro, um especialista em robôs japonês, e Song Yang, professora de robótica chinesa. Yangyang teve sua aparência baseada na professora Yang.
Yangyang não é o único robô que se parece estranhamente como um ser humano. A Universidade Tecnológica Nanyang de Cingapura (NTU) também criou sua própria versão de robô humana. Ela se chama Nadine e está trabalhando como recepcionista na NTU. Além de ter um lindo cabelo moreno e pele macia, Nadine também pode sorrir, conhecer e cumprimentar as pessoas, apertar as mãos e fazer contato visual. O que é ainda mais surpreendente é que ela pode reconhecer convidados e falar com eles com base em conversas anteriores. Assim como Yangyang, Nadine foi baseada em sua criadora, a professora Nadia Thalmann.


4. Eles estão começando a sentir emoções
O que separa os humanos dos robôs? É a inteligência? Não, robôs com inteligência artificial são muito mais inteligentes do que nós. É a aparência? Não, os cientistas desenvolveram robôs que são muito semelhantes aos seres humanos. Talvez a única qualidade restante que nos diferencia das IAs é a capacidade de sentir emoções. Infelizmente, muitos cientistas estão trabalhando com ardor para conquistar essa fronteira final.
Especialistas do grupo East Asia da Microsoft criaram um programa (software) de inteligência artificial que pode “sentir” as emoções e falar com as pessoas de uma forma mais natural e “humana”. Chamado Xiaoice, esta IA “responde a perguntas como uma menina de 17 anos de idade”. Se ela não sabe o tema, pode mentir. Se é pega, pode ficar com raiva ou vergonha. Xiaoice também pode ser sarcástica, malvada e impaciente, qualidades com as quais todos podemos nos relacionar.
A imprevisibilidade de Xiaoice lhe permite interagir com as pessoas como se ela fosse um ser humano. Por agora, esta IA é uma novidade, uma forma do povo chinês se divertir quando está entediado ou solitário. Mas seus criadores estão trabalhando para aperfeiçoá-la. Segundo a Microsoft, Xiaoice já “entrou em uma autoaprendizagem e em um loop de autocrescimento e só vai ficar melhor”. Quem sabe, Xiaoice poderia ser a avó da Skynet.


3. Eles vão invadir nossos cérebros
Não seria incrível se pudéssemos aprender francês em questão de minutos apenas simplesmente baixando o idioma em nossos cérebros? Essa façanha aparentemente impossível pode acontecer no futuro próximo. Ray Kurzweil, futurista, inventor e diretor de engenharia do Google prevê que até 2030 “nanobots implantados em nossos cérebros nos farão semelhantes a Deus”. Robôs minúsculos dentro de nossas cabeças nos farão capazes de acessar e aprender qualquer informação em questão de minutos. Poderíamos ser capazes de arquivar os nossos pensamentos e memórias, e seria possível enviar e receber e-mails, fotos e vídeos diretamente em nossos cérebros!
Kurzweil, que está envolvido com o desenvolvimento da inteligência artificial no Google, acredita que através da implantação de nanobots dentro de nossas cabeças, nos tornaremos “mais humanos, mais originais e até mesmo mais parecidos com deuses”. Se usados corretamente, os nanobots podem fazer coisas incríveis, como o tratamento da epilepsia ou melhorar a nossa inteligência e memória, mas também existem perigos associados.
Para começar, nós não entendemos claramente como o cérebro funciona, e ter nanobots implantados no seu interior é muito arriscado. Mas o mais importante de tudo é que, uma vez que estes nanobots nos conectariam à internet, uma IA poderosa poderia facilmente acessar nosso cérebro e nos transformar em zumbis sob seu controle, prontos para se rebelar ou destruir a humanidade.


2. Eles estão começando a ser usados como armas
Em um esforço para garantir “vantagem militar sobre a China e a Rússia”, o Pentágono propôs um orçamento de $12 bilhões a $15 bilhões de dólares para o ano de 2017. Os militares dos EUA sabem que, a fim de permanecer à frente dos seus concorrentes, eles precisam explorar a inteligência artificial. O Pentágono planeja utilizar os bilhões que irão garantir do governo para desenvolver máquinas de aprendizagem profunda e robôs autônomos ao lado de outras formas de novas tecnologias. Com isto em mente, não seria surpreendente se, em poucos anos, os militares estejam usando “robôs assassinos” com inteligência artificial no campo de batalha.
Usar IAs durante guerras poderia salvar milhares de vidas, mas armas de combate que podem pensar e operar por conta própria representam uma grande ameaça, também. Elas poderiam, potencialmente, matar não só inimigos, mas também o pessoal militar e até mesmo pessoas inocentes.
Este é o perigo que 1.000 especialistas em inteligência artificial e cientistas de renome querem evitar. Durante a Conferência Conjunta Internacional sobre Inteligência Artificial, realizada na Argentina em 2015, eles assinaram uma carta aberta que proíbe o desenvolvimento de armas autônomas e com inteligência artificial para fins militares. Infelizmente, não há muito que esta carta possa fazer. Estamos agora no início da terceira revolução armamentística, e quem vencer vai se tornar a nação mais poderosa do mundo e talvez o grande catalisador da extinção humana.


1. Eles estão começando a aprender o que é certo e o que é errado
Em uma tentativa de impedir a rebelião das máquinas, os cientistas estão desenvolvendo novos métodos que permitam às máquinas discernir o certo do errado. Ao fazer isso, os especialistas esperam que elas vão se tornar mais compreensivas e humanas. Murray Shanahan, professor de robótica cognitiva do Imperial College de Londres, acredita que esta é a chave para prevenir máquinas de exterminar a humanidade.
Liderados por Mark Riedl e Brent Harrison, da Faculdade de Computação Interativa no Instituto de Tecnologia da Geórgia, nos EUA, os investigadores estão tentando incutir a ética humana nas IAs através do uso de histórias. Isto pode parecer simplista, mas faz muito sentido. Na vida real, nós ensinamos valores humanos para as crianças pela leitura de histórias para elas. IAs são como crianças. Elas realmente não sabem diferenciar o certo do errado ou o bem do mal até que sejam ensinadas.
No entanto, também há grande perigo em ensinar valores humanos aos robôs artificialmente inteligentes. Se você olhar para os anais da história humana, você vai descobrir que, apesar de serem ensinadas sobre o que é certo ou errado, as pessoas ainda são capazes de produzir um mal inimaginável. Basta olhar para Hitler, Stalin e Pol Pot. Se os seres humanos são capazes de tanta maldade, o que impede uma poderosa IA de fazer o mesmo? Outro cenário possível é que alguma IA entenda que nós estejamos fazendo mal uns aos outros e, portanto, precisamos ser controlados. Outra IA superinteligente pode perceber que os seres humanos fazem mal para o ambiente e, portanto, nossa existência esteja na verdade sendo prejudicial e que nós não devemos mais existir. [Listverse]